Beleza e Saúde

Jejum intermitente: os benefícios dessa prática

A gordura visceral é a teimosa gordura interna que envolve os órgãos abdominais. Durante um período de seis meses, as pessoas em uma dieta de jejum intermitente foram capazes de perder de 4 a 7% de gordura visceral.

Jejum intermitente: Dr. Dayan Siebra fala dos benefícios dessa prática

O jejum intermitente é uma prática que tem se tornado cada vez mais popular entre aqueles que buscam uma vida mais saudável. Mas será que realmente funciona? O Dr. Dayan Siebra, um dos maiores especialistas em saúde do Brasil, acredita que sim.

Em um vídeo recente, ele explica que o jejum intermitente pode trazer inúmeros benefícios para a saúde. Para começar, ele ajuda a controlar a glicemia e a insulina, hormônio que faz engordar. Além disso, ajuda a emagrecer e a diminuir o percentual de gordura corporal.

Siebra também destaca que o jejum intermitente pode trazer benefícios para diabéticos, pessoas com pé diabético e obesos. Ele pode ajudar na regressão do diabetes tipo 2, melhorar a visão, proteger o coração contra doenças, controlar a pressão alta e melhorar a qualidade do colesterol.

O jejum intermitente também pode ajudar a prevenir doenças no cérebro, como o Alzheimer e a demência, e melhorar o funcionamento do sistema imune. Além disso, ajuda a melhorar a clareza mental, estimular a produção do hormônio do crescimento e deixar a pessoa mais jovem, devido ao efeito antienvelhecimento.

Siebra ressalta que o jejum intermitente não tem nada a ver com passar fome. É um processo controlado que pode durar algumas horas ou dias, dependendo da pessoa. Ele sugere que aqueles que desejam experimentar a prática devem procurar um profissional de saúde para orientação.

Em resumo, o jejum intermitente pode trazer inúmeros benefícios para a saúde. Além de ajudar a emagrecer, controlar a glicemia e a insulina, ele pode proteger o coração contra doenças, prevenir doenças no cérebro, melhorar a qualidade do colesterol e do sono, entre outros benefícios. Se você está interessado em experimentar a prática, não deixe de procurar um profissional de saúde para orientação.

Botão Voltar ao topo