Emagrecimento

A CANELA É UM DOS SEUS MAIORES ALIADOS CONTRA A DIABETES

A CANELA É UM DOS SEUS MAIORES ALIADOS CONTRA A DIABETES

A canela é uma especiaria conhecida por seu aroma forte e presença em todas as cozinhas brasileiras. No entanto, seu valor vai além do uso culinário, uma vez que suas propriedades têm sido estudadas pela ciência e indicadas para diversos problemas de saúde. Além disso, a canela é reconhecida por suas associações místicas, ligadas a boas energias e prosperidade. Neste artigo, exploraremos os benefícios dessa especiaria milenar no combate à diabetes, seus usos históricos e propriedades medicinais.

Origem e uso da canela

A canela é originária do Sri Lanka, sendo que o uso da casca do tronco da árvore remonta à antiguidade. No Brasil, a canela foi introduzida pelos portugueses durante o período colonial, e as regiões do Mato Grosso do Sul e Paraná se destacaram como principais produtores. Além do seu uso culinário, a árvore de canela também é valorizada pela produção de madeira de qualidade, amplamente utilizada na construção civil e na fabricação de embarcações.

Ao longo dos tempos, a canela teve diversos usos curiosos, desde a conservação de cadáveres até a garantia de maior validade das carnes durante o transporte. Sua importância era tanta que chegou a ser considerada tão valiosa quanto a prata. Hoje em dia, a canela é utilizada não apenas na cozinha, mas também nas indústrias farmacêutica, alimentícia, perfumaria e até mesmo em produtos como xampus.

Propriedades medicinais da canela

O princípio ativo da canela, chamado cinamaldeído, está presente na parte oleosa da especiaria e é responsável por suas propriedades medicinais. Diversos estudos têm sido realizados para investigar os efeitos da canela em diferentes condições de saúde. Embora ainda não haja conclusões definitivas, os resultados até o momento têm sido promissores.

A canela tem sido objeto de estudo no tratamento da obesidade, uma vez que promove a termogênese, aumentando a temperatura corporal e acelerando o metabolismo. Além disso, o consumo frequente de canela tem sido associado a melhorias na memória e à prevenção de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer e o Mal de Parkinson.

Outra propriedade importante da canela é sua ação anti-inflamatória, devido aos flavonoides presentes em sua composição. Isso a torna benéfica na prevenção de doenças inflamatórias, como a diabetes, doenças cardiovasculares, câncer e síndrome metabólica. O chá de canela, por exemplo, tem alta concentração de polifenóis, compostos naturais que ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue, proporcionando sensação de saciedade e retardando a absorção de carboidratos.

No tratamento da diabetes, a canela tem se mostrado especialmente eficaz. Estudos indicam que o consumo diário de cerca de 6 gramas de canela em pó pode reduzir significativamente os níveis de açúcar no sangue. O chá de canela também pode ser um aliado nesse sentido, imitando os efeitos da insulina no organismo e ajudando a regular os níveis de glicose.

Além disso, a canela possui propriedades antioxidantes, protegendo as células do corpo contra os radicais livres, responsáveis por danos celulares e envelhecimento precoce. Esses compostos antioxidantes presentes na canela também podem auxiliar na prevenção de doenças como aterosclerose, infarto e derrame.

Outros benefícios da canela incluem a redução de cólicas menstruais, melhoria da função do sistema nervoso central, aumento da produção de serotonina (hormônio do bem-estar) e estímulo à circulação sanguínea, o que pode contribuir para uma vida sexual mais satisfatória.

Restrições e precauções

Apesar de todos os benefícios mencionados, é importante destacar que o consumo de canela deve ser moderado e não ultrapassar 6 gramas por dia. O consumo excessivo pode causar alergias, irritação na pele, no estômago e até mesmo hipoglicemia. Além disso, pessoas com úlceras ou doenças graves no fígado devem evitar o consumo de canela.

Mulheres grávidas ou amamentando também devem evitar o consumo de canela, uma vez que ela pode estimular contrações uterinas e apresentar riscos para a gestação. Como sempre, é importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer tratamento ou adotar novos hábitos alimentares.

Conclusão

A canela é muito mais do que um ingrediente culinário, sendo reconhecida por suas propriedades medicinais ao longo da história. Seus benefícios vão desde o controle da diabetes até a prevenção de doenças inflamatórias e neurodegenerativas. No entanto, é importante consumi-la de forma moderada e estar atento a possíveis reações adversas. Consultar um profissional de saúde é fundamental para aproveitar ao máximo os benefícios dessa especiaria e garantir uma vida saudável e equilibrada.

Botão Voltar ao topo